Mais uma vez, Copenhagen

Não tenho palavras para descrever Copenhagen. Pra mim é sem dúvidas a cpaital mais linda da Escandinávia. Não me canso desse lugar. E no outono, as cores simplesmente mudam toda a perspectiva, principalmente se você só conheceu a cidade durante o verão.

Se você me conhece sabe que eu tenho uma compulsão por comprar passagens aéreas, principalmente durante sábados à noite, quando meu nível alcoólico é alto. Compro e não penso. Comprei há mais de um mês e perguntei pro Evaristo, amigo brasileiro que conheci por aqui, se eu poderia ficar com ele. Evaristo é um desses caras que nunca tem tempo ruim. Eu nunca o vi de mal humor. E daquelas amizades em que não existe pressão, podemos ficar de nos falar por tempos, que vai ser sempre a mesma coisa. Porque nós somos bem similares. Eu aprendi a ser calma e levar tudo na boa e ele é calmo. Passar tempo com ele é certeza de boas risadas, cervejas e comida. E era tudo o que eu precisava.

img_4155

Por tempos eu queria ir a cervejaria Mikkeller, conhecida pelo mundo. Sempre dava algum problema. Fui uma vez, tomei uma cerveja e deu. Dessa vez nos assentamos e  passamos um tempo conversando e degustando as maravilhas do gêmeo bom. GENTE, vale cada centavo. Finalizamos com um jantar bom-bonito-barato num italiano perto, que me deixa com água na boca só de pensar.

img_4189

Não sou local em Copenhagen, mas já fui tantas vezes que meu foco é basicamente comer e beber. E a cidade conta com o melhor complexo de comida de rua escandinavo: Papirøen. Escrevi sobre isso aqui. Nem preciso falar, a foto ilustra bem o meu sentimento de felicidade. Comida boa devia ser lei. O melhor frango frito que comi na vida, melhor do que nos Estados Unidos, do que aqui em OSlo. 100DKK por um box cheio de batatas e frango no Chick Ko. O cachorro-quente,  gigante, seria melhor se estivesse quente. Sou chata mesmo. Bacon frio?  Nah.

Post curto, mas fica a dica: Mikkeller e Papirøen!

img_4211

img_4206

My experience eating the cheapest Michelin’ awarded dish

[Português em breve, ou use o tradutor linkado <3]

Forget everything you know about Michelin restaurants being expensive and luxurious. I truly believed myself that could be impossible to eat a Michelin’ dish for less than 10 dollars.

I had the chance to “meet” the hawkers in Singapore, what is more than a simple food court: it takes you to the best kitchen experience in town, maybe in all Asia. And also, the new town of the cheapest Michelin’ awarded restaurant.

In Chinatown, at the Maxwell Food Centre, was time to eat one of the best chicken and rice in the world. So, after 25 minutes in the queue and no air conditioning to combat Singapore’s roasting heat, to buy one of the most famous dishes in Chinatown’s Hawker: rice chicken. The now famous stall “Hong Kong Soya Sauce Chicken Rice & Noodle” is now a milestone for street food in the history of the reputed Michelin Guide.

A giant queue shows that something happened there. Behind a small balcony, three people squeezed into a minimum space to serve one of the dishes that costs from 2USD and tastes like heaven!

According to the Michelin guide, one-star award is given to restaurants that offer “high-quality cooking, worth a stop”. If you ever have a chance to go to Singapore, take a time to dine at this or one of the innumerous Hawkers around the city. An experience for life.

 

Info:

Maxwell Food Centre -Open from 8 to 10pm1 Kadayanallur St, Singapore 069184

1 Kadayanallur St, Singapore 069184

[#GoNordic] Jazz and Blues in Oslo / Jazz e Blues em Oslo

ENGLISH BELLOW

NORSK 

 Jazz x Blues: a minha visão sobre o cenário musical em Oslo

Oslo respiramúsica. Você pode se sentir em um rápido passeio pela Aker Brygge e pelo Teatro Nacional que a música fala muito sobre a cidade.

O Oslo Jazz Festival fez o povo norueguês sair de casa aos montes, mesmo com o dia nublado, chovendo, algo que para mim é incrível, já que no Brasil, quando chove um pouco, ninguém sai da toca. As tendas de música estavas lotadas, mesmo as pagas.

Também durante o verão, os entusiastas de música podem experimentar um cruzeiro de Blues no fiorde de Oslo. Os cruzeiros começam em 19 de Junho e vão até o final de agosto.

Eu experimentei o cruzeiro, algo que eu acho que nunca iria fazer se foss epor vontade própria, porque eu tinha uma ideia totalmente diferente sobre o que realmente é. Por 3 horas o barco navega pelas águas gélidas do fiorde de Oslo, e você pode beber um bom vinho e comer o lanche típico norueguês verão: Camarão, pão e maionese. Só isso? Não! Um delicioso som me surpreendeu, e quando eu me encontrei, eu estava curtindo a doce voz da cantora e a balada do Blues. Assisti ao pôr do sol do veleiro de madeira tradicional e desfrutei, como os noruegueses dizem: god mat og god musikk (boa comida e boa música!)

Muitos ritmos, pessoas e  crianças observando e dançando sem vergonha na frente dos músicos. Neste fim de semana Oslo se tornou a capital do Jazz e Blues, mas o que muita gente não sabe é que, durante todo o ano, você pode sentir o amor pela música na cidade.

 

Jazz vs. Blues – my thoughts on Oslo’s music scenery

Oslo breaths music. You can feel in a quick walk around Aker Brygge and National Theater that the music talk a lot about the city.

The Oslo Jazz Festival made the Norwegian people went out from heir houses, even with the cloudy raining day, something that for me is awesome, since in Brazil, when rains a bit, nobody go out form home. The music points was crowded, even the paid ones.

Also during summer, the music enthusiasts can experience a Blues cruises on the Oslo Fjord. The cruises start at June 19 and will continue until the end of August.

I experienced the cruise, something that I do not think I would come for before, because I had a different idea about what it is really. 3 hours sailing through Oslo fjord, drinking a good wine and eating the typical Norwegian summer snack: shrimps, bread and mayonnaise. Just that? No! A delicious sound from a guitar surprised me, and when I found myself, I was enjoying the sweet voice of the singer and the ballad of the Blues. Watch the sunset from a traditional wooden sailing ship and enjoy, like the Norwegians says: god mat og god musikk (good food and good music)!

Lot of rhythms, people and bunch of little kids observing and dancing ashamed in front of the musicians. This weekend Oslo became the capital of Jazz and Blues, but what many people does not know is that during all the year you can feel the love of this music in the city.

 

 
140838100180669500_thumb

140838108636749900_thumb

140826668623664800_thumb

 

 

[Sommerferie] Barcelona

ENGLISH BELOW

I ❤ Barcelona. Deveria ter comprado uma t-shirt com estes escritos para mim. Sério, que lugar! Tudo que eu quero para a minha vida: sol, praia, montanha, as pessoas sorridentes … Estou apaixonada!

Fomos para Barcelona para cinco dias porque Tomas tem um grande amigo lá e ele também morou lá. Seus amigos nos buscaram no aeroporto tarde da noite e fomos para casa deles, uma cidade ao lado de Barcelona, ​​uma área incrível chamada Esplugues de Llobregat, onde quase todos os jogadores do Barcelona vivem, uma vez que está muito perto do Camp Nou.

Tomas tinha uma ideia sobre o que fazer e ver, oque tornou as coisas mais tranquilas. Vou dar algumas dicas sobre o que fizemos:

1 – Coma Paella. E Tapas.
Sério, eu amo frutos do mar, então eu tinha que comer Paella. Eu comi duas vezes. Eu poderia comer mais, mas como sou alérgica, eu parei por aí. Ninguém pode deixar Barcelona sem provar os frutos do mar. E se você pode comer apreciando uma vista, melhor ainda! Ah, não se esqueça de experimentar alguns tapas e, em especial o famoso presunto Pata Negra.

view
2 – Descubra a cidade a pé
Barcelona é uma cidade grande, mas é o tamanho perfeito para descobrir a pé. Leve o seu tempo a passear e parar para recarregar com algumas das ótimas opções gastronômicas da cidade. Se você estiver com disposição para visitar alguns dos edifícios mais impressionantes e parques, você vai querer ver todo o Parc de la Ciutadella tem para oferecer, bem como o Parc de Joan Miró. E não olhe para o chão. Mantenha sua cabeça erguida para ver o trabalho incrível de Gaudi em torno da cidade.

Bcn a pé

3 – Parc Güell
Eu estava esperando mais. Teríamos que comprar os bilhetes, o que eu não sabia e que só teria disponível para 3h depois. A área monumental é o que você precisa comprar, o resto do Parque Güell pode ser visitado sem restrições e gratuitamente. Estava muito quente e desistimos de esperar 3h. Então, não se esqueça de comprar seus ingressos com antecedência aqui.

Parc Guell

4 – Faça um tour de Gocar
Estávamos andando um dia e vimos este carro pequeno e simpático ao redor da cidade.  Gocar foi uma surpresa incrível, mas também um pouco frustrante. A scooter-carro de 50cc foi uma ótima opção para não usar o Hop on Hop off ônibus, mas o GPS meus amigos, que merda! Não funcionou, nos perdemos e a aventura só foi incrível porque a gente começou a seguir um Hop On ônibus. Por isso foi legal. Enquanto Tomas dirigia, eu acenava para as pessoas ao redor hahaha Me senti como uma Miss, de verdade. Foi um grande passeio de 2h30, em que pudemos ver a área olímpica e outros. Nós pagamos 70 euros.

Gocar

5 – Teleferic de Montjuic

40 minutos em linha e 38 graus de calor mais cólicas. Eu estava me sentindo super mal, era meu aniversário e Tomas queria ver o teleférico. Ok, fomos. E foi ótimo. A vista era simplesmente incrível. O teleférico vai desde a cidade-Barceloneta – para o topo de Montjuïc. Ingressos e mais informações aqui.

Bcn 140586624551482300_resized

 

ENGLISH VERSION

 

I ❤ Barcelona. Should have buy one t-shirt with this writed for me. Seriously, what a place! Everything i want for my life: sun, beach, mountain, smiley people… Im in love!

We went for a 5 days trip to Barcelona because Tomas had a nice friend there and he also lived there. His friends picked us at airport late at night and we went to their place next to Barcelona, an amazing area called Espugles de Llobregat, where almost all Barcelona players live, since is really close to Camp Nou.

Tomas had an idea about what to do and see, so made things easily. I will give some tips about what we have done:

1- Eat Paella. And Tapas.

Serious, i love sea food, so i had to eat Paella. I ate 2 times. I could eat more, but since im allergic, i stopped by there. No one leaves Barcelona without sampling the seafood. And if you can eat it with a view, even better! Ah, dont forget to try some Tapas and, in special, some Pata Negra ham.

2- Discover the city by foot

Barcelona is a big city, but it’s the perfect size to discover on foot. Take your time strolling around and stopping to recharge with some of the city’s great gastronomic options. If you’re in the mood for visiting some of the most impressive buildings and parks, you’ll want to see all the Parc de la Ciutadella has to offer as well as the Parc de Joan Miró. And dont look to the floor. Keep your head up to see the amazing Gaudi’s work around the city.

3- Parc Güell

I was expecting more. We had to buy tickets, what i didnt know and they just had available for 3h later. The monumental area is what “you need to buy”, the rest of Park Güell can be entered without restriction and is free of charge. Was extremely warm and we gave up. So, dont forget to buy your tickets in advance here.

4- Do a tour with Gocar

We were walking one day and we saw this sympatic small car around the city. We checked and booked. Gocar was an amazing surprise, but also a bit frustrating. The scooter-car 50cc power was a great option to dont use the Hop On Hop Off bus, but the GPS my friends, what a bastard-shit thing. Didn worked at all, we got lost and the adventure just was amazing because we started to follow a Hop On bus. So it started to be amazing. While Tomas driving, i waved to people around hahaha I felt like a Miss, for real. We had a great trip and for 2h30 we could see the Olympic area and others. We payed 70 euros.

5- Teleferic de Montjuic

40 minutes in line and 38 degrees plus colics. I was feeling super bad, was my birthday and Tomas wanted to check the teleferic. Ok, i said. And it was great. The view was simply amazing. The cable car goes from the town- Barceloneta – to the top of Montjuïc.  Tickets and more information here.

 

Travel Challenge – Ação da Air France

Tô cansada de escrever aqui que amo aviação e sem querer fico por dentro das ações das cias.

Tô com uma listinha de ações da KLM, Lufthansa para postar, mas o tempo tá curto. Vou falar hoje sobre a a ova ação da Air France, que há alguns anos foi comprada pela holandesa KLM.

O Travel Challenge dá 4 tickets (ida-volta para 4 pessoas) todos os dias. Basta curtir a página da cia aqui e completar o desafio. Todos os dias uma foto diferente é postada e o usuário deve escolher entre as 3 opções disponíveis. E olha, é muito fácil, é preciso sorte e nada mais.

 

Como qualquer outro app do facebook,você pode convidar seus amigos, com o diferencial que se um deles vencer, automaticamente você ganha junto as passagens para qualquer destino que a cia cubra. Lembrando que os voos em share com a KLM entram na brincadeira.

Depois que você joga uma vez não tem como burlar e tentar novamente.

Os resultados são divulgados todos os dias às 20 horas, hora de Paris, 16 horas no horário de Brasília. O desafio começou no dia 23 de fevereiro e termina no dia 9 de março! Ainda dá tempo!