Cerveja lança teletransportador que ambientaliza a “mentira” para quando você estiver no bar

Esteja aonde você quer estar. Esse é o slogan da Andes.

Para você bom bebedor de cerveja, conhece todas e nunca te escapa um nome à mente, deve conhecer essa propaganda.

A Andes é uma cervejaria argentina com sede em Mendoza, criada em 1920. Eu diria que foi a melhor sacada publicitária que eu vi nos últimos tempos, e que envolve a relação homem x mulher x boteco.

Para quê mentir se você pode se teletransportar?

Quem nunca teve problemas com o namorado que ficou mais tempo do que deveria – ou pelo menos mais tempo do que você acha que ele deveria ter ficado – em um bar? E claro, seu namorado acaba mentindo.

O teletransportador Andes é a materialização da ideia, e sua implantação não podia ser melhor. Teletransporters reais foram fabricadas e serão colocados em bares de Mendoza, na Argentina, devidamente selecionados para as pessoas a experimentar, se divertir e (por que não?) quando a namorada(o) ligar pedindo satisfações.

Tenho certeza que todos os homens estavam esperando por isso. Algumas mulheres também rs

Foi o tiro certo. Não demora muito pro vídeo se tornar viral.

Se a cerveja é boa, não sei. Mas a campanha é fina demais. Foi desenvolvida pela Del Campo Nazca Saatchi & Saatchi.

Alguns passos para a criação de um e-mail marketing eficiente

Antes de colocar em prática a ideia de uma newsletter, é importante “perder” algum tempo com planejamento, em que são tomadas algumas decisões importantes, vitais para um bom resultado. Os erros mais comuns são: falta de estratégia de segmentação e linguagem pouco adequada ao público-alvo.

Nesse caso vou falar especificamente sobre a neswletter. Depois escrevo sobre o uso do e-mail marketing para o relacionamento com o Cliente – CRM (Customer Relationship Management ), Marketing Direto, etc.

1- Permissão

O e-mail marketing é utilizado para ações de relacionamento, mas também possam ser realizadas ações para conquista de novos clientes. O primeiro passo é obter a permissão, o consentimento explícito desses clientes para enviar o e-mail (marketing de permissão).

Para isso acontecer a estratégia mais comum é a abordagem opt-in, em que o usuário se cadastra para receber uma newsletter. Nesse caso existe a interação com o usuário. Na abordagem abordagem opt-out (não recomendada por motivos óbvios), a mensagem é enviada sem autorização do destinatário. Em ambos os casos a pessoa pode optar por não receber a mensagem, com a opção de sair domailling.

O envio de newsletter não solicitada é considerado SPAM.

No Brasil, o novo Código de Auto-regulamentação para Prática de E-Mail Marketing (CAPEM), que deve entrar em vigor neste ano, coíbe a prática da abordagem opt-out.

2- Público-alvo

Tenha definido o seu público-alvo. A partir disso, tudo o que você desenvolver para a newsletter terá ponto inicial nisso. A linguagem deve ser objetiva, direta e você pode integrar links. Quanto mais interessante mais bem aceito vai ser.

3-Frequência

Nada mais chato do que receber newsletters o qual você não tem interesse diariamente.  Procure manter uma frequência, sem aborrecer seu público-alvo. Se existe um compromisso, mantenha-o.

4- Criação e envio

Com o público-alvo, objetivo e periodicidade de envio definidos, você precisa criar seu e-mkt.

Quando você for criar uma newsletter, dê preferência para utilizar o formato HTML A vantagem deste formato é que você pode enviar imagens, textos com formatação e ainda consegue realizar a mensuração de abertura da newsletter. Há também a opção de imagem, se seu conteúdo não for tão extenso.

Interação é a palavra-chave. Envie links, conteúdos personalizados e nunca se esqueça de chamar o cliente pelo nome.

A divulgação via web tem menor custo em relação a qualquer mídia convencional. Além disso, o investimento em E-mail Marketing traz resultados imediatos (visitas ao seu site), curto prazo (venda indireta) e longo prazo (relacionamento e fidelização).