[Trips in Norway] Stryn and Geiranger

[Português em breve, desculpem!!!!]

A trip by the glaciers, towering mountains and a beautiful coastline at the Nordfjord zone

Even if you’ve never ever been in Norway, you have heard that the Norwegian fjords are among the best destination in the world. Close up in a boat or from the shore, or from view points and mountain summits, the fjords are an invitation to enjoy the real Norwegian gem. From South to North of the country, passing by the capital, Oslo, the fjords are a worthy reason to visit Norway. But, where are the breathtaking places?

It isn’t a hard question, though. Expedia took me to discover the Nordfjord, a weekend spent between Stryn and Geiranger, the place internationally known for its awesome fjord view, and one of most fascinating roads in the country.

Stryn is a small town surrounded by stunning nature and glaciers. Even during summer, the glaciers are a big attraction, as the Jostedalsbreen Glacier, the biggest glacier on mainland Europe, that capture people’s attention for all their magnitude and beauty.

The way to Geiranger brings surprises and is a remedy for the eyes. The Trollstigen road affords incredible views of the fjord from a high altitude, from dramatic snow-capped mountains, cascading waterfalls and rivers, green valleys to the weather-beaten ocean landscape. Geiranger is approximately 1h30min from Stryn, by car.

The Geiranger Fjord is part of UNESCO World Heritage and if you come and visit you will understand why. Each year, hundreds of thousands of tourists visit this area, looking to experience all the great places and spectacular nature. The view from the sights on the way are breathtaking: the incredible blue-green sea between the mountains, receiving thousands of tourists every single day during the year. Dalsnibba is one of Geiranger’s main attractions and is a very popular mountain top with visitors to the area. From the Dalsnibba plateau there is an awesome view across the most beautiful World Heritage Site, nestled in the surrounding mountain landscape with Geirangerfjorden right in the middle.

Everybody knows that prices in Scandinavia are particularly high. Stryn/Geiranger are tourist areas, so be prepared for expensive meals and shopping, even for the Norwegian way of life.

Summer is definitely the best time to visit the region if you are planning to go by car and enjoy the ride through the mountains. During the winter the roads are usually closed, due to the snow.

If you are planning to visit Norway and experience a truly Nordic landscape, you must come to the Nordfjord.

IMG_0081 IMG_0110 IMG_9978

 

Anúncios

[#GoNordic] Strömstad: If you just know this city to shopping, you need to make up your mind! / Strömstad: Se você só conhece esta cidade para fazer compras, você precisa mudar de ideia!

ENGLISH BELOW

NORWEGIAN

Se você é norueguês ou mora por aqui, você provavelmente conhece Strömstad por uma razão simples: fazer compras. Todos os dias muitas pessoas atravessam a fronteira para ir às compras na cidade. Já falei sobre isso aqui.  Um lugar bonito na costa oeste da Suécia, com preços atrativos e muitos supermercados. Mas, muito mais do que os preços​​, você vai encontrar uma cidade incrível, com uma vida noturna e pontos turísticos!

Eu fui para as Ilhas Koster antes do almoço e no ferry, me vi em meio a um grupo de homens indo comemorar algo que eles chamam de a Távola Redonda. Cerca de 50 homens bebendo cerveja às 11h, muitos já bêbados. Me sentei no primeiro lugar que eu vi e logo um dos caras começou a conversar comigo e explicar sobre o seu “clube de cavalheiros”, algo super interessante. Incomum durante a minha viagem, achei engraçadíssimo alguém me abordar e bater papo comigo durante muito tempo. Durante o dia me encontrei com esses rapazes algumas vezes e, como a cidade é mini, à noite acabei tendo as minhas cervejas pagas por eles no bar de noite. Eu só me lembrava de dois, enquanto praticamente todos me abordavam e diziam: “Você é a jornalista brasileira, Poly?”. Todos me conehciam e eu não conhecia ninguém haha

Primeiro Parque Nacional Marinho da Suécia está localizado em Strömstad e é chamado Kosterhavet, nas Ilhas Koster. As ilhas estão localizadas no norte de Bohuslän e possuim caminhos traçados em meio as muitas áreas de beleza natural, agradáveis ​​para uma caminhada. Há duas ilhas, Nordkoster e Sydkoster: Você pode desfrutar tanto de bicicleta ou a pé. Estas ilhas são as ilhas mais a oeste-habitadas da Suécia, de acordo com a Visit Sweden.

Descobri as duas ilhas, de norte a sul e de leste a oeste, a pé. Um dia inteiro de caminhada, sol e um vento cortante e gelado. Sem dúvidas um ótimo lugar para passar o dia e desfrutar um café enquanto você aprecia a vista!

Strömstad oferece mar e uma natureza incrível, muito além da grande variedade de lojas e também uma vida noturna bastante intensa, o que me surpreendeu!

 

If you are Norwegian you probably know Strömstad for one simple reason: shopping. Everyday a bunch of Norwegian people cross the border to go shopping at this city, a cute place at the west coast of Sweden. But much more than nice prices, you will find an amazing city with a nightlife and great spots!

I went to Koster Islands before lunch and at the ferry, I meet a group of man going to celebrate something that they call the Round Table. Around 50 people drinking beer at 11am, couple drunk. I sat at the first place I saw and soon one of the guys started to talk to me and explain about their “Gentleman’s club”.

Sweden’s first marine national park is located in Strömstad, named Kosterhavet, at the Koster Islands. The islands are located in northern Bohuslän and has a fine network of paths, which run through many areas of great natural beauty, and are nice for a walk. There are two islands, Nordkoster and Sydkoster: you can enjoy both by bike or by walking. These islands are Sweden’s most westerly-inhabited islands, according on Visit Sweden.

I discovered both Islands, north to south and west to east. Great day walking, sunny and really wind. A great place to spend the day and enjoy a cup of coffee while you enjoy the view!

Strömstad offers sea and nature, sailing and town living with a great range of shops and quite nice nightlife!

Ferries to The Kosters Islands leave Strömstad all year-round. You find the time here. To reach the city by Oslo you can take a bus or train to Halden and there change for a local bus.

 

 

140933246728211500_resized

140933252019987000_resized

140933255854271500_thumb


140933272636673800_resized

 

 

 

[#GoNordic] The city of the Whaling / A cidade da caça às baleias

ENGLISH BELLOW

NORWEGIAN

Uma pequena cidade, assim como muitos as outras que fazem parte do Vestfold, Sandefjord também foi construída sobre uma cidade Viking, com uma história de caça à baleias e agora, petróleo.

Cheguei cedo na cidade e foram direcionados para o cargo de Visita Sandesfjord onde conheci Egil, um norueguês super querido, a beira dos seus 70 anos, que guiou pela cidade na parte da manhã. Primeiro, fomos para Midtåsen.

Midtåsen era a casa do magnata e filantropo Anders Jahre, conhecido também pelo tio Andy. Anders ainda é uma figura de destaque na história de Sandefjord. As indústrias baleeira e de transporte fizeram dele um dos homens mais ricos da Noruega. A mansão, foi desenhada pelo renomado arquiteto norueguês Arnstein Arneberg, fica em uma colina, onde você tem a visão completa do fiorde. A casa teve grandes nomes como convidados. Há um pavilhão e um parque de esculturas com 16 obras do artista Knut Steen ter sido coleta juntos. As esculturas de Knut Steen em interação com o panorama da Natureza, vidro e concreto cria uma experiência de arte única.

Egil me levou ao Hvalfangstmuseet, o Museu da Baleia, a dizer-me mais sobre a cultura baleia em Sandefjord. A cultura baleeira foi importante na Sandesfjord. Entre 10-15% por cento da população tinha um emprego nesta área. A cidade ainda é influenciada pelo período na primeira parte do século 20, quando pesca da baleia era a sua principal indústria. Muitos dos habitantes da cidade tinha um pai ou outro familiar que estava longe de setembro a abril e uma mãe que cuidava da casa sozinha. Estas memórias ainda são vivas atualmente e  você pode conferir e aprender mais sobre neste museu.

O navio “caçador” de baleias – Southern Actor : Sul Ator (Brygga 1), de 1955, é um dos pontos turísticos da cidade. O navio foi encontrado na Espanha e trazido para Sandefjord em 1989 Após a restauração, em 1995, por voluntários ex-baleeiros, é agora operatório com a sua máquina a vapor original intacta. Southern Actor  é o único navio baleeiro da  época moderna ainda encontrado em  funcionamento e totalmente repaginado.

Sandefjord está localizada a 120 km ao sul de Oslo. Você pode voar para o aeroporto Torp, 10 km de distância da cidade, ou a partir de Oslo de trem, a cada hora.

Meu obrigada a super equipe de Turismo de Sandefjord!

ENGLISH

A small city, just like many others in Vestfold, Sandefjord is also built on Viking ground with a story on Whaling and now, oil.

I arrived early at the city and went directed to the office of Visit Sandesfjord where I met Egil, a sweet Norwegian who guided at the morning. First, we head off to Midtåsen.

Midtåsen was the house of shipping magnate and philanthropist Anders Jahre, knowing also by Uncle Andy. Anders still is a towering figure in Sandefjord’s history. Whaling and shipping made him one of Norway’s richest men. The mansion, was design by renowned Norwegian architect Arnstein Arneberg, is up in a hill where you have a full view of the fjord. The house had many big names as guest. There are a pavilion and sculpture park where 16 works by the artist Knut Steen have been collect together. Knut Steen’s sculptures in interplay with the panorama of Nature, glass and concrete creates a unique art experience.

Egil drove me to the Hvalfangstmuseet, the Whaling Museum, to tell me more about the whale culture in Sandefjord. The whaling culture was important in Sandesfjord. Between 10-15% per cent of the population had a job in this area. The city is still influenced by the period in the first part of the 20th century when whaling was its main industry. Many of the city’s inhabitants had a father who was away from September to April and a mother who managed the home alone. These memories are still vivid and strong today and you can check and learn more about at this museum and at the Southern Actor.

The whale catcher Southern Actor (Brygga 1), from 1955, is one of the sightseeing in town. The ship catcher was found in Spain and brought to Sandefjord in 1989. After restoration in 1995, by former whaler’s volunteers, it is now operative with its original steam engine intact. Southern Actor is the only whale catcher from the Modern Whaling Epoch still found in original working order.

Sandefjord is located 120km south of Oslo. You can fly to Torp Airport, 10Km away from the city, or come from Oslo by train, every hour.

Mange takk til Visit Sandefjord team!

Midtåsen Sandefjord

Whaling Museum

Sandefjord Southern Actor

Southern Actor

[#GoNordic] O que fazer em Fredrikstad? / Tips for Fredrikstad!

ENGLISH BELLOW

NORSK 

Minha missão em Fredrikstad era criar uma “bucket list” de atividades que você pode fazer se você está localizado em Fredrikstad. Aqui estão as minhas dicas:

        1. Junte-se à Marcha pela Paz
Fiquei feliz quando um local me contou sobre a Marcha pela Paz e fui para checar.
Toda as quartas-feiras, desde de 2001,  Jan-Kåre Fjeld, seus amigos e quem mais quiser, saem para uma Marcha pela Paz, no centro de Fredrikstad. Começa às 18h em frente à Câmara Municipal e tem a duração de uma hora. Às vezes, há muitos participantes; outras vezes são apenas quatro ou cinco. Mas a ideia é sempre a mesma: mostrar que existem pessoas que se importam e estão fazendo algo pela paz!

Peace March - Fredsmarsjen

       

           2. Visite a Gamlebyen
A Cidade Velha é um bairro “vivo” de Fredrikstad, com 350 habitantes. Antigamente era palco da fortaleza e morada dos militares. Hoje você pode relaxar enquanto bebe um café no Market Place, desfrutar de uma garrafa de vinho em um dos restaurantes, visitar museus, galerias ou uma das lojas exclusivas que se encontram por trás das muralhas.

Fredrikstad Gamlebyen

          

         3. Pare no Café Magenta

Um interior à moda antiga com deliciosos waffles caseiros e café em Gamlebyen (cidade velha).

          4. Caminhe em torno da Fortaleza

Fredrikstad  – Gamlebyen – é a maior cidade “Fortaleza” da Noruega, tomabada pelo Patrimônio Cultural. São 58 edifícios militares na Gamlebyen. A fortaleza foi construída de acordo com modelos de arquitetura holandeses, com altas muralhas de terra. No lado oriental, de costas para o rio, há três baluartes e dois counterscarps, posições ideais para os canhões.

Gamlebyen Fredrikstad

         

      5. Conheça o Centro

Bom para uma caminhada, compras e para uma parada em um dos muitos cafés e restaurantes. O centro da cidade está cheio de cores e arquitetura agradável, misturando a história antiga com a nova. Prazer em conhecê-moradores, aprender sobre sua vida aqui e … tire um selfie!

Selfie Fredrikstad

       

 6. Assista a um pôr do sol no porto

Se você gosta do-sol com vista, Fredrikstad é o lugar certo. O porto próximo a Cidade Velha é um ótimo local para ver o pôr do sol à noite. Nice para sentar, tomar um drinque e relaxar após um dia de caminhada longa.

fredrikstad

         7. Museu Fredrikstad

O Museu Fredrikstad foi fundado em 1903 e compreende hoje ambas as coleções de arte e culturais. Ótimo lugar para aprender um pouco sobre a história da cidade. Desde 2002 o museu é lcoalizado no Tøihuset na Cidade Velha; a exposição cívico histórico também está alojado aqui. Os ingressos custam 50kr.

 

Meu obrigada à equipe do Visit Fredrisktad 

Mais fotos da minha viagem à Fredrikstad aqui.

ENGLISH

My mission in Fredrikstad was to create a “bucket list” of activities you can do if you’re located in Fredrikstad. Here are my top tips:

 

  1. Join the Peace March

I became happy when a local told me about the Peace March and I went to check out.

Every Wednesday since 2001, the local Jan-Kåre Fjeld, his friends and who wants to join, go for a Peace March in downtown Fredrikstad. It starts at 18h in front of City Hall and lasts for one hour. Sometimes there are many participants; other times are just four or five. But the idea is always the same: show that there are people who cares and are doing something for peace!

 

  1. Go to the Gamlebyen

The Old Town is a living quarter of Fredrikstad with 350 inhabitants. Today you can relax  while drinking a coffee in the Market Place, enjoy a bottle of wine at one of the Old Town restaurants, visit museums, galleries or one of the unique shops that are to be found behind the ramparts.

 

  1. Stop by Café Magenta

An old fashioned interior with delicious homemade waffles and coffee at GamleByen.

 

  1. Walk around the Fortress

The best fortress town in Scandinavia, issued by the Directorate for Cultural Heritage protecting 58 of the military buildings of the Old Town. After stop by the Fredrikstad Museum, take a walk thought the Fortress. Fredrikstad Fortress was builded according to Dutch architectural models, with wide water-filled moats and high earth ramparts. On its eastern side, facing away from the river, there are three bastions and two counterscarps, ideal positions for cannons.

 

  1. Check the Downtown area

Good for a walk, shopping and for a stop in one of the many cafés and restaurants. The downtown area is full of colours and nice architecture, mixing the old history with the new. Nice to meet locals, learn about their life here and… take a selfie!

 

  1. Watch a sunset at the harbour

If you like sunsets with a view, Fredrikstad is the right place. The harbour nearby the Old Town is a great spot to watch the sunset on evening. Nice to sit, grab a drink and relax after a long walk day.

 

  1. Fredrikstad Museum

Fredrikstad Museum was founded in 1903 and comprises today both cultural and art collections Great place to learn a bit about the history of the city. Since 2002 the museum’s offices have been located in Tøihuset in the Old Town; the historical civic exhibition is also housed here. Tickets costs 50kr and its worth!

 

Many thanks to Visit Fredrikstad Bureau!

More pictures of my trip to Fredrikstad here

[#GoNordic] Have you ever took a selfie with a stranger? / Você já tirou um selfie com um estranho?

ENGLISH BELLOW

NORSK 

Este desafio mudou meu dia e meu ponto de vista sobre os noruegueses.

Quem me conhece sabe que eu sou super sociável, mas eu tenho problemas para começar a falar, por exemplo, parar uma pessoa e perguntar se eu posso tirar um selfie com ela é algo muito complicado haha. Expedia me desafiou a parar estranhos na rua, tirar um selfie e pedir a eles dicas sobre a cidade. Desafio aceito! Não é fácil, devo dizer. Os noruegueses o qual eu falei hoje estão provavelmente pensando que eu sou uma brasileira bem doida da cabeça!

Eu comecei a minha jornada que Slottsfjell Museum com Ellen Apall- Olsen Asplin. Ela me disse que lugar aqui favorito na cidade é a Biblioteca municipal de Tønsberg (St. Olav Portão 16, 311), porque, em suas palavras: “Há uma mistura de história e modernidade.” Eu vim dois check-out e entender mais sobre. Tønsberg e Nøtterøy biblioteca foi fundada em 1909 e que foi edificada uma antiga ruínas do mosteiro e sepulturas de barco, o que criam um contraste interessante para a tecnologia moderna e da arquitetura.

Adrian trabalha na recepção do museu. Cara bastante tímido em um primeiro momento. Pedi uma dica de um bom lugar para comer. Ele não hesitou e me me falou  sobre o Kvernerie Burgers (Rambergveien 15, 3115), pelo “ambiente agradável e sabor”.

Durante meu almoço eu perguntei a Lene Palma, garçonete do Restaurante Esmeralda, o que ela gostava de fazer nas horas vagas. Ela estava trabalhando, então eu não podia tomar-lhe o tempo. Lene me disse que ela gosta de ir a Tjøme, uma cidade próxima, para o lugar protegido chamado Fim do Mundo, ou “O fim do mundo”. Pois a qui o lugar é calmo e tranquilo, o que eu concordo totalmente. Eu estive lá e eu tenho apenas uma palavra: respiração tomada! Você pode chegar lá de carro ou de barco, a partir do porto.

A chuva não me ajudou, por isso, quando eu tinha uma entrevista com Bente Wemundstad, do SandFjord Blad, eu pensei – Por que não?. Ela me contou aqui lugar favorito na cidade é o Museu Slottsfjell. Eu não posso negar, o museu foi uma das minhas melhores experiências na vida. Toda a história sobre a Época Medieval e a Era Viking, algo que deveria ser “devorado” por todos os noruegueses.

Adrian, que conheci no museu, me deu uma dica e eu saí duas cheque no jantar! Kverneriet Burgers é um lugar bastante agradável. Estava cheio e sitted fora (estava frio mesmo para os noruegueses). Enquanto esperava a minha comida, eu me aproximei duas meninas ao meu lado, que estavam falando. Karina e Jeanette eram tão querida e acolhedora. Eu estava muito nervoso porque eu passei o dia tentando falar com as pessoas e um casal não parou para falar comigo (haha) Eu perguntei se eles gostaram da vida em Tønsberg. Eu não estava esperando resposta diferente do que uma forma positiva e que foi! Assim como Bente, Eles saidthat o melhor lugar para ir e sei que a cidade é o Museu Slottsfjell. “É onde você pode saber sobre o Viking Era”, disse Karina. Deve vê-lo!

Quando vim pela primeira vez para a Noruega formam o Brasil, eu tinha na minha cabeça que os ingleses era diferente. Naturalmente, cada país que eu tenho visto pessoas diferentes. Eu tinha (e ainda tenho) monte de problemas para iniciar uma conversão sem sido tão expansivo e, para isso, eu faço as pessoas com medo de mim. Eu tinha em mente que os ingleses estava frio, difícil falar. Desde que comecei a dois saber mais sobre aqui e viver aqui, eu percebi que a diferença é que os ingleses primeiro confiança e então se tornar seu amigo. Mais ainda, eu estou aprendendo a ser menos me: abraços, convites para jantar, mesmo sem me conhecer melhor, sorria dois estranhos nas ruas agora estão proibidos.

Algo que eu estou levando comigo (e se tornou um mantra), ouvi de uma grande pessoa que conheci em Oslo é “Você levar um longo tempo para ter um amigo norueguês, mas quando isso acontece, o seu para sempre.” Isso é ótimo. Construir uma relação com bondade e confiança e vou levar por toda minha vida.
Fico feliz que o dia que eu tinha em Tønsberg!

 

ENGLISH

Selfies + Quotes from locals about Tønsberg

This challenge changed my day and my point of view about Norwegian people

Who knows me knows that I am super social, but I have problems to start, for example stop a person and ask to take a selfie. Expedia challenged me to meet strangers, take a selfie and ask them for tips about the city. Challenge accepted! Not easy, I must say. The Norwegians I have spoken today are now probably thinking that I’m a crazy Brazilian girl.

I started my journey at Slottsfjell Museum with Ellen Apall- Olsen Asplin. She told me that her favourite place in the city is the Tønsberg Library (St. Olavsgate 16. 311), because, on her words:  “There are a mix of history and modernity”. I came to check out and understand more about. Tønsberg and Nøtterøy library was established in 1909 and was builded at an old Monastery ruins and boat graves, what creates an exciting contrast to the modern technology and architecture.

Adrian works at the reception at the museum. Quite shy guy when you see him for the first time. I asked him a tip for a nice place to eat. He do not hesitated, and told me about Kverneriet Burgers (Rambergveien 15, 3115), for the nice ambience and food taste.

I stopped for lunch, and I asked Lene Palm, the waiter of Esmerald Restaurant, to take a selfie. She was working so I could not take a lot of time. Lene told that she likes to go to Tjøme, a city nearby, to the protected place called Verdens Ende, or “The end of the World”. For her the place is quiet and peaceful, what I totally agree. I have been there and I have just one word: breathing taking! You can reach there by car or boat, from the harbour.

The rain did not helped me, so when I had an interview with Bente Wemundstad from a local press, I thought – Why not?. She told me her favourite place in the city is the Slottsfjell Museum. I cannot deny, the museum was one of my best experiences in life. All the history about the Viking and Medieval Era should be “devoured” by all Norwegians.

Adrian, form the museum, gave me a tip and I came out to check at dinner! Kverneriet Burgers is quite a nice place. Was full and sitted outside (was cold even for the Norwegians). While I waited for my food, I approached two girls next to me, who were talking. Karina and Jeanette were so sweetie and warm. I was really nervous because I spent the day trying to talk to people and a couple didn’t stopped to talk to me (haha) I asked if they liked the life in Tønsberg. I wasn’t expecting answer different than a positive one and that was! Just like Bente, they said that the best place to go and know at the city is the Slottsfjell Museum. “Is where you can know about the Viking Era”, Karina said.  Must to see it!

When I came first time to Norway form Brazil, I had in my head that Norwegian people was different. Of course, every country I have seen different people. I had (and I still have) lot of problems to start a conversion without been so expansive and for that, I make people afraid of me. I had in mind that Norwegian people was cold, hard to talk. Since I started to learn more about here and live here, I realized that the difference is that Norwegian people first trust and then become your friend. Moreover, I am learning how to be less me: hugs, invitations for dinner without even know me better, smile to strangers on the streets are now banned.

Something I am taking with me (and became a mantra), I heard from a great person that I have met in Oslo is “You take a long time to have a Norwegian friend, but when it happens, its forever”. This is great. Build a relation with kindness and trust and I will carry for all my life.

I’m glad for the day I had in Tønsberg!

 

Adrian-1024x768



140809836320472400_thumb

140809837452427200_resized

140809846984493900_thumb

[Passeios na Noruega/ Tours in Norway] Preikestolen

ENGLISH VERSION ABOVE!

Meu primeiro post sobre viagens na Noruega!

Fomos para Stavanger depois de decidirmos num impulso. Essa cidade é famosa por ser a sede da empresa petrolífera Statoil que é uma das empresas de petróleo mais avançadas do mundo. Eu sempre quis conhecer a Preikestolen, mas não estávamos pensando em ir por agora.

 A Preikestolen, ou Pedra do Púlpito, fica sobre o fiorde Lysefjorden em Stavanger. Aproximadamente a 1h20 de Stavanger, com uma vista  incrível na estrada!

Para chegar até ela é preciso subir a trilha de 3,8 km que começa num albergue à aproximadamente 270 metros acima do nível do mar até alcançar os 604 metros. 

 A subida não é fácil. Falo por mim: não pratico exercícios há uns meses e tenho o joelho detonado. Nos primeiros 10 minutos eu já estava bufando e querendo voltar. O Leo, meu amigo, estava todo pomposo e saiu voando na frente da gente (Tomas, eu e Evaristo). O pessoal não perdoa se você não tem fôlego: ultrapassam sem dó, às vezes empurram, eu até brinquei falando que eles iam pegar o metrô pra casa, porque vou te falar… que povo sem educação. Acho que a nossa sorte foi ter subido cedo, quando descemos estava mais tumultuado.

Vale a pena, Polyanna? Sim e muito! A pedra é um fantástico mirante natural que proporciona uma visão espetacular do entorno e vertigens ao chegar perto das bordas. De tirar o fôlego outra vez !!! Morro de medo de altura, então me segurava em todo canto haha Mas o passeio é lindo e vale o esforço!

Detalhes:

Caminhada moderada a pesada

Subida: 2h, dependendo do seu ritmo.

Descida: 1h30, dependendo do seu ritmo

Suba cedo, antes das 10h da manhã. Como fomos em um feriado nacional, estava bem cheio. Muitas crianças (caindo eu vi 5, uma nós ajudamos, a pequena quebrou o braço e foi resgatada via helicóptero) e cachorros! Muita dó dos de pequeno porte povo sem noção!

Informações e afins: http://www.preikestolenfjellstue.no/

 

ENGLISH VERSION

My first post about travelling in Norway !

We went to Stavanger after deciding in 10 minutes. This town is famous for being the headquarters of oil company Statoil, one of the most advanced oil companies in the world. I always wanted to visit Preikestolen , but we were not planning on going by now .

The Preikestolen/Prekestolen, or Pulpit Rock , is in the fjord Lysefjorden next to Stavanger . Approximately 1h20 from Stavanger , with an amazing view on the road!

To reach the Preikestolen you must climb 3.8 km trail that begins in a hostel, about 270 meters above sea level to reach 604 meters .

The climb is not easy . I speak for myself : I dont practice excercises and i have a detonated knee . In the first 10 minutes I was huffing and wanting to return . Leo, my friend , was all pompous and flew in front of us ( Tomas, Evaristo and me). People dont forgive if you have no breath : mercilessly, sometimes jostle, I even joked saying that they were going to take the subway home and they were late , because I’ll tell you … that people has no education. I think our luck was having risen early, when we climb down was more tumultuous .

Worth it, Polyanna? Yes, very much! The stone is a fantastic lookout point that provides a spectacular view of the surroundings and dizziness when getting near the edges. Breathtaking again! Im super scared of height, so I  held me around the corner haha. But the ride is beautiful and worth the effort !

About details:

Moderate, walk heavy

Climb up : 2h, depending on your pace .

Climb down : 1h30, depending on your pace

Climb up early, before 10am . As we went during a national day, was really crowded. Many children (I saw at least 5 falling and we helped a the little girl who broked her arm and was rescued by helicopter ) and dogs ! Lot of small puppies, poor little buddies!

Related information : http://www.preikestolenfjellstue.no/

DCIM102GOPRO 9809


DCIM101GOPRO
PreikestolenPåske

Preikestolen