Monitoramento de dados nas mídias sociais. Como analisar?

Para quem tem dúvidas de como monitorar, onde, quando e poruqê.

Ótima apresentação da Danila Dourado.

Anúncios

Bons motivos para trabalhar com Mídias Sociais

– Porque as mídias sociais deixaram de ser um ambiente exclusivo para jovens em busca de diversão e relacionamentos.
Empresas estão cada vez mais usando ferramentas de relacionamento para interagir com cliente e prospects.
Falaram do seu cliente nas mídias sociais? A resposta pode vir no mesmo momento, se o serviço de monitoramento estiver entrelaçado a relacionamento e produção de conteúdo digital. No caso de empresas com grandes problemas operacionais, como empresas do ramo telefônico, que são muito criticadas, isso seria algo muito positivo se utilizado efetivamente. Mas o que acontece na maioria dos casos, infelizmente, ainda é o uso dos perfis em mídias sociais como broadcasting.

– Porque o mercado mudou e o consumidor também.
Pouco tempo atrás, definíamos mercado em termos geográficos, por categoria ou grupos socioeconômicos. Hoje os melhores mercados são as redes. Elas são organizadas e inteligentes. Movem-se facilmente por meio de limites físicos e pelo fato de as pessoas terem razões coletivas para estar juntas e também necessidades, motivações, preferências e lealdades coletivas.

– Porque as tecnologias digitais criaram novos caminhos.
Esses caminhos ligam pessoas com as mesmas afinidades, que antes estavam separadas geograficamente, por status social e econômico, por etnia ou religião.

Porque essas pessoas agora se conectam por paixão.
Seus interesses ou atividades conduzem suas prioridades, suas atitudes, comportamentos.

Porque o valor das mídias sociais para a sua marca é inesgotável.
O valor não reside no tamanho de uma comunidade, mas sim na quantidade de pessoas que interagem dentro dela.

Porque a diferença entre mídias tradicionais e mídias sociais é significativa.

Mídias Tradicionais

—- Acesso controlado pela localização e horários;
—- Conteúdo produzido, editado e distribuído mediante pagamento;
—- A experiência é profissional, padronizada, transacional e previsível;
—- O público é um consumidor passivo.

Mídias Sociais

—- O acesso é aberto a qualquer um, de qualquer lugar (no planeta), a qualquer momento;
—- O conteúdo é autogerado e distribuído gratuitamente;
—- A experiência é colaborativa, baseada nos interesses e nos relacionamentos dos usuários;
—- O público é criador ativo.

– Porque investir em Mídias Sociais é muito mais viável do que em mídias tradicionais, ainda mais em momentos de crise e pouca verba para gastos em marketing .
Como um negócio ou uma marca, as empresas devem participar de mídias sociais, em especial daquelas com perfil semelhante ao de seus clientes-alvo. Se elas não podem ser proprietárias de comunidades de clientes, podem influenciá-las e apoiá-las. Podem escutá-las e aprender com elas, e encorajá-las em relação à sua marca.

– As mídias sociais oferecem novas oportunidades:

—- Alcançar novos públicos;
—- Atingir com precisão determinados segmentos de forma mais pessoal;
—- Oferecer soluções mais abrangentes;
—- Apresentar um experiência de marca mais rica para cada cliente.

Com informações do Blog The Buzz