Reciclagem: o que acontece com as latinhas e garrafas em Oslo?

Boa pergunta!

Se eu estivesse em BH iria colocar em sacos separados e levar pro meu tio, que recicla, ou iria colocar na porta do vizinho, que também recolhia. Lavava as garrafas/ latinhas, deixava secar e pronto. Fácil, simples e indolor.

Quando cheguei aqui em Oslo eu tinha mais o que fazer e nem me liguei para reciclagem. Continuei separando o meu lixo porque para mim já é o automático: restos de comida – papel – garrafas/latinhas – o resto. Comecei a colocar as garrafas e latinhas já limpos em uma gaveta que temos aqui, queria juntar e depois ver o que era feito aqui, não fazia ideia. Um dia o Tomas começou a levar o que tínhamos aqui de papelão por causa da mudança (dos eletrodomésticos) para um contêiner que fica no nosso condomínio. Foi aí que a explicação para tudo apareceu.

1- Container de Papelão: próprio para o papel grosso.  Deposita no latão e semanalmente alguém busca e direciona para a reciclagem.

2- Container para roupas, sapatos e afins: Falo aqui.

3- Container  para latas: Alumínio, latas em geral. Mesmo esquema do de papelão, porém você tem a opção de fazer a entrega nos supermercados e funciona da seguinte maneira: você junta as latinhas de bebidas e garrafas pet fabricadas na Noruega e vai até um supermercado sinalizado e faz a troca. No site Pant.no eles informam os pontos de troca, além de promoções nas redes sociais.

As garrafas precisam ter a logo que  sinalize o valor: 1Kr ou 2.50Kr, que é o valor a ser resgatado (foto). Detalhe: quando você compra a bebida, eles cobram este valor. Portanto, ao retornar, você recebe o valor investido de volta.

Pant og vinn: se você não quiser receber o dinheiro de volta você pode tentar a sorte e jogar na loteria, através da máquina, com o valor que você “recebeu” pela troca. Só neste ano serão sorteados 35 milhões de coroas norueguesas, cerca de 11 milhões de reais. Parte do dinheiro que você usa pra jogar vai pra Cruz Vermelha. Já imaginou ficar milionário fazendo seu dever como cidadão?

Tomas fazendo a troca! quis ilustrar pra ficar bonitinho.

pet2

Pra finalizar, o comercial da Pant alt para o verão, achei fofíssimo:

Creative Mornings Oslo

Mais um projeto!

Fui convidada a fazer parte do time do Creative Mornings, edição Oslo!

Minha primeira participação foi ontem. Os preparativos começaram na segunda-feira. Fomos até uma Cafeteria super bacana aqui na cidade e viramos baristas por um dia, já que um dos nossos sponsors, Tim Wendelboe, nos ensinou como “tirar” um café perfeito.

IMG_4465

 

IMG_4480

 

Na terça pela manhã cerca de 50 pessoas compareceram  à Cafeteria da Mesh (que está fechada por causa das férias de verão) para a palestra com Silja Leifsdottir que falou  sobre a cena de arte em Oslo, e alguns exemplos de espaços de galeria na cidade. Além disso, explicou sobre o termo espaço, como por exemplo quando pode ou não ser no contexto da arte contemporânea a partir de cubos brancos clássicos para pequenos corredores em alguém porão. Em suma: espaços e porque eles existem!

Ótima forma de se começar um dia: conhecendo gente bacana, aprendendo e tomando um bom café!

 

IMG_6281

 

CM

Facebook lança opção para incentivar doação de órgãos

Os usuários do Facebook poderão, a partir desta segunda-feira, expor seu desejo de ser um doador de órgãos pela Linha do Tempo.

A novidade foi anunciada hoje e é fruto de parceria entre a rede social e o Ministério da Saúde.

Os internautas poderão compartilhar sua escolha de ser doador de órgãos, além de contar mais sobre as razões para optar isso. O objetivo é que outras pessoas, entre os 37 milhões de usuários do Facebook no Brasil, simpatizem com a ideia.

Procedimento – Para se identificar como doador, basta fazer login no Facebook, clicar em “Evento Cotidiano”, na parte superior da Linha do Tempo, e selecionar “Saúde e bem-estar”. Em seguida, é necessário clicar em “doador de órgãos” e então escolher quem verá sua opção.

 

 

Desescute: um site que ajuda a tirar a música chiclete da cabeça

Quem é que nunca sofreu com a síndrome da música pegajosa?

Pois a tortura causada por rimas simples e melodias repetitivas tem cura. Enquanto a medicina não desenvolve um “remédio” que combata de forma eficaz essa maldição, o engenheiro Israel Lot desenvolveu a versão brasileira (versão americana) para nos ajudar a tirar a maldição da cabeça, o Desescute.

Uma solução baseada nos mais recentes estudos científicos sobre Impregnação Melódico-Cerebral, que sustitui uma música chiclete em seu cérebro por outra pior ainda. O repertório é genial!

 

 

Confira!

Facebook divulga dados sobre 25 marcos a partir de checkins feitos

O que fazer o Wrigley em Chicago, Avenue des Champs-Élysées, em Paris, e TGI Friday em Oslo, na Noruega, tem em comum?

Eles estão entre os principais destinos em suas respectivas cidades em termos de checkins em apps ou usando a interface do Facebook , desde seu lançamento agosto 2010. As cidades que tiveram os checkins avaliados foram:

  • Auckland, New Zealand
  • Barcelona, Spain
  • Berlin
  • Buenos Aires, Argentina
  • Chicago
  • Copenhagen, Denmark
  • Delhi, India
  • Dublin
  • Johannesburg
  • London
  • Los Angeles
  • Melbourne, Australia
  • Mexico City
  • Moscow
  • New York
  • Oslo
  • Paris
  • Rome
  • San Francisco
  • Sao Paulo
  • Seoul, South Korea
  • Singapore
  • Stockholm
  • Tokyo
  • Toronto

O Facebook entrou em mais detalhes sobre as suas conclusõesdos checkins feitos. Entre os 25  primeiros no ranking de marcos nas cidades:
Sete são estádios / arenas
Seis são áreas públicas: praças / avenidas / parks / jardins
Dois são parques de diversões
Dois são show arenas
Dois são compras relacionadas: Centros Comerciais

As cidades com climas mais quentes tinham mais checkins de pontos ao ar livre, como St. Kilda Beach, em Melbourne, o Bairro Wynyard em Auckland, e São Paulo com o Parque Ibirapuera, enquanto aqueles com climas mais frios tinha mais atividade em salas de concerto ou bares, como o TGI Fridays em Oslo. Seis dos 10 slots mais populares de Moscou pertencem a bares e discotecas.

Verificando os checkins por temporada, descobre-se algumas tendências do verão. Festivais de música como o Festival de Glastonbury e Lollapalooza aparecem nos top checkins. Ginásios esportivos foram super bem classificados nos EUA nas cidades de:  Los Angeles, Chicago, San Francisco, cada um apresentando estádios ou arenas em sua lista de top 10. Baseball também foi muito popular em Tóquio, onde o Tokyo Dome bateu para fora sua competição. Em outras cidades, futebol, rugby, cricket  foram populares do verão.

Dentro das cidades individuais, há também algumas comparações interessantes. Em Nova York, do Museu Americano de História Natural recebeu mais checkins do que o seu vizinho do outro lado do Central Park, o Museu Metropolitano de Arte. A Escadaria de Espanha, em Roma é um dos locais mais sociais, seguido pela Fonte de Trevi, a apenas 10 minutos dali. Cidades com  tesouros arquitetônicos e famosos espaços verdes foram  populares em toda a Nova York, Berlim, Londres, Roma – e Paris, onde a Avenue des Champs-Élysées venceu a famosa Torre Eiffel.

Veja os gráficos abaixo.

 

 

Para ver em alta resolução clique aqui e aqui.