Mini cruzeiro de Oslo para Copenhagen

Assunto antigo, #flashbacksaturday, mas fica a dica para quem vai a Copenhagen ou quer ir!

Para comemorar o meu aniversário em julho, Tomas me presenteou com um mini cruzeiro para Dinamarca. Eu já havia ido à Cph 3 anos atrás sozinha, para visitar um amigo. Fiquei 5 dias e sempre comentei com o Tomas a minha vontade de voltar.

Mini cruises são bem populares aqui na Noruega. Os mais jovens viajam para beber durante o trajeto e aproveitar as opções de lazer; as famílias embarcam com seus carros para longas viagens pela Europa, começando por Copenhagen. Viajamos pela empresa DFDS, que é a única que sai de Oslo com destino a Cph.

Embarcamos, nos acomodamos em uma cabine bem bacana com cama de casal (sempre imaginei cabines com aquelas beliches), um banheiro e frigobar. Sempre pensei que fosse pequeno, mas achei o quarto bem grandinho. Eram 4 restaurantes, Tomas fez a reserva prévia e ganhou um descontão. Na foto abaixo, nós dois sendo chiques no restaurante chique, comemorando meus 15 anos de vida feliz!

IMG_6166

Em Copenhagen fomos ao Parque Tivoli e por conta do pouco tempo fomos bater perna e comer. Pra quem tem pouco tempo na cidade como nós tivemos – 8 horas – pode colocar na listinha a visita e almoço no Nyhavn: antigo berço de bordeis e prostíbulos, que hoje abriga  bares, cafés e restaurantes na cidade. Parada obrigatória! Não se esqueça de tomar um sorvete!

Copyright TOmas FErox

Eu estava louca com uns chaveiros Lego e fomos até a loja no centro da cidade comprar. Parada obrigatória para quem gosta de Lego: pecinhas, souvenirs, roupas e tudo o possível em Lego.

A empresa Canal Tours Copenhagen oferece um “Grand Tour”  pelo porto de  Inderhavnen passando por alguns marcos importantes da cidade, como a Pequena Sereia, famosa estátua de bronze  junto à  Langelinie em Osterbro. Se você conhece alguém que foi a Cph, certamente essa pessoa tem uma ou duas foto lá.

IMG_6154

Se você tiver mais tempo em Copenhagen sugiro assistir a troca da guarda da família Real, visitar a fábrica da Carlsberg, ir ao Museu de Arte Moderna e visitar os Jardins do Rei. Claro que existem mil coisas a se fazer, mas isso é o que eu fiz e gostei. A cidade é tranquila, mas as bicicletas me assustaram. Só perde em números, ao meu ver, para Amsterdam. Senhor, quase me atropelaram umas 20 vezes.

Ah, o preço! Como fomos em julho, alta temporada, foi um pouco mais alto, também pelo fato do Tomas ter comprado uma cabine melhor. Cerca de 600 reais, fora comida e bebida. Fiz uma pesquisa e agora os preços vão de 70-110 reais para a cabine simples e 250 para a igual viajamos. Classe A, com varanda privativa eu não faço ideia. Enfim, o preço é praticamente o valor do ticket áereo e vale a pena pela experiência, porque eu não voltaria a andar de barquinho navio.

Prós: Vista dos Fjords, Tax free, Compras em geral (lembrando dos preços daqui em Oslo), Restaurantes a bordo e claro, Copenhagen.

Contras: Pra quem não gosta de barcos, como eu, é ruim. Mesmo com mil comprimidos passei muito mal, mesmo depois de estar em terra firme. Nunca balancei tanto na vida.

Anúncios

E o outono chegou!

Ah, o outono chegou!

Folhas secas no chão, temperaturas amenas menos 10 graus, coisa boa né? NÃO!

Os dias já estão mais curtos, as folhas já caem.. Tenho focado nas pequenas mudanças do clima, vendo como algo bom e lindo- o que realmente é. A mudança aqui é notável: o clima está mais frio, as noites ainda mais. Ainda temos um pouco de sol, o que é bom, já que novembro o fim do mundo está chegando, aí o bicho vai pegar.

No fim de semana ganhei um casaco para o inverno tenso. Conseguimos um super preço: de 5000Kr, cerca de  mil e quinhentos reais, por 900Kr. 300 reais! O casaco é próprio para os dias de temperaturas negativas e para neve! Foi uma baita compra, já que o preço agora vai subir ainda mais. Minha mania de entrar em lojas que estão em promoção me rendeu um casaco com 70% de desconto!

Odeio frio, odeio chuva e daqui em diante, só isso que vamos ter. Mas, como as pessoas dizem por aqui: “não existe frio, existem roupas que não te aquecem” 😀

 

 

IMG_6792 1IMG_6813 IMG_6820

Noruega e os carros elétricos

O Tomas está pesquisando por um carro,dai meu interesse em carros elétricos, visto a facilidade por aqui. Eu pouco conhecia sobre os veículos elétricos até vir para Oslo. Além de não emitir poluentes e o híbrido – que combina motor a combustão e elétrico – os veículos elétricos também tem emissão zero quando funciona a eletricidade. O que é bom pra população e pra natureza 😀

A Noruega lançou um programa de mobilidade com emissões zero em 2011, o que fez com que se tornasse  o país com mais carros elétricos per capita do mundo, uma das razões por que a Nissan escolheu Oslo para apresentar a segunda geração do seu carro elétrico, o Leaf.  De acordo com a montadora, desde  meados de abril  foram vendidos mais de 4100 unidades do carro por aqui.

Um dos segredos para o sucesso da Noruega para este tipo de carros é também a disseminação de postos de carregamentos rápidos e gratuitos, (como os das fotos no final do texto). Em cerca de 65 pontos só em Oslo,  é possível o automóvel carregar a bateria em 30 minutos.  Fora isso, o governo norueguês isentou esses carros de impostos (algo como o nosso IPVA) e de taxas rodoviárias: quem tem um auto elétrico não paga pedágio e, de quebra, pode usar as faixas preferenciais de ônibus e táxi e tem estacionamento gratuito. Um atrativo e tanto para a população.

Na hora que tirei a foto só tinha um carro de 4 assentos carregando, os outros eram mini.  O maior problema, na minha opinião, é o preço: o Leaf custa 240.000 Kr, algo como 80.000 reais.

IMG_6648 IMG_6649IMG_6651

Arte na rua em Oslo

A arte de rua é muito apoiada e bem vista aqui em Oslo. Os grafiteiros não são vistos como arruaceiros, como em muitas as vezes no Brasil (imagem que mudou muito de uns anos pra cá), mas sim como grandes artistas. O que é a pura verdade.

Há algum tempo notava as pinturas e grafites pela cidade, mas nunca procurei saber mais. Daí, buscando mais informações, encontrei duas páginas sensacionais e me surpreendi ao descobrir que existem muitos festivais de Arte de Rua por aqui. O próximo vai acontecer em Stavanger e vai reunir artistas da Noruega e de todo o mundo.

Oslo entrelaça a arquitetura clássica com design contemporâneo e muita cultura visual. A parte antiga da cidade é marcada por cores e formas, o que não destoa da parte mais moderna, que está sendo construída agora, chamada de Bar Code Project. Em torno dos bairros existe uma potente mistura de abordagens estilísticas sob forma de uma maravilhosa variedade de graffiti e street art. Existe algo novo em cada esquina. E você vai se surpreendendo e querendo cada vez mais.

Me arrependo de não ter foto de todos, mas graças ao Google encontrei algumas que me marcaram. Algumas fotos tirei do Urban Samtidskunst, vale a pena ver o álbum deles!

Faixa de pedestres pintada nas cores do Arco-íris em frente à embaixada da Rússia aqui em Oslo. Outro protesto contra as leis anti-gays.

602779_613918275318703_1390391248_n

Em Grünerløkka:

Grünerløkka

The Treasure Hunter | O caçador de tesouros, em Tøyen:

hunter

Oslo_graff1

Oslo_graff