Sul coreano cria alfabeto 3D

Ji Lee, artista sul-coreano, resolveu praticar a sua arte e inovar, a partir do alfabeto.

A técnica do artista dá uma roupagem moderna ao alfabeto latino, criado no século VII A.C.

A ideia é simples: uma fórmula geométrica simples foi aplicada às letras, que, com a ajuda de um software, giraram 360º em  torno de um eixo vertical. No final das contas, um formato totalmente novo é criado para cada uma delas. Para visualizar a estética original, é só pensar em uma lâmina imaginária cortando a nova letra transversalmente.

Esse tá com muito tempo sobrando, não é?

Vi na Revista Galileu

Anúncios

Every Child Needs a Family

Da campanha internacional do Unicef, toda criança precisa de uma família.

A campanha visa obter apoio público para o retorno de  crianças que estão atualmente em internatos e orfanatos especiais para suas famílias biológicas, e onde não é possível, a sua colocação com pais adotivos. “Every child needs a family” prevê uma série de eventos e atividades que serão executados ao longo do ano e vai envolver decisores políticos líderes de opinião, mídia, famílias e crianças.

 

Facebook divulga dados sobre 25 marcos a partir de checkins feitos

O que fazer o Wrigley em Chicago, Avenue des Champs-Élysées, em Paris, e TGI Friday em Oslo, na Noruega, tem em comum?

Eles estão entre os principais destinos em suas respectivas cidades em termos de checkins em apps ou usando a interface do Facebook , desde seu lançamento agosto 2010. As cidades que tiveram os checkins avaliados foram:

  • Auckland, New Zealand
  • Barcelona, Spain
  • Berlin
  • Buenos Aires, Argentina
  • Chicago
  • Copenhagen, Denmark
  • Delhi, India
  • Dublin
  • Johannesburg
  • London
  • Los Angeles
  • Melbourne, Australia
  • Mexico City
  • Moscow
  • New York
  • Oslo
  • Paris
  • Rome
  • San Francisco
  • Sao Paulo
  • Seoul, South Korea
  • Singapore
  • Stockholm
  • Tokyo
  • Toronto

O Facebook entrou em mais detalhes sobre as suas conclusõesdos checkins feitos. Entre os 25  primeiros no ranking de marcos nas cidades:
Sete são estádios / arenas
Seis são áreas públicas: praças / avenidas / parks / jardins
Dois são parques de diversões
Dois são show arenas
Dois são compras relacionadas: Centros Comerciais

As cidades com climas mais quentes tinham mais checkins de pontos ao ar livre, como St. Kilda Beach, em Melbourne, o Bairro Wynyard em Auckland, e São Paulo com o Parque Ibirapuera, enquanto aqueles com climas mais frios tinha mais atividade em salas de concerto ou bares, como o TGI Fridays em Oslo. Seis dos 10 slots mais populares de Moscou pertencem a bares e discotecas.

Verificando os checkins por temporada, descobre-se algumas tendências do verão. Festivais de música como o Festival de Glastonbury e Lollapalooza aparecem nos top checkins. Ginásios esportivos foram super bem classificados nos EUA nas cidades de:  Los Angeles, Chicago, San Francisco, cada um apresentando estádios ou arenas em sua lista de top 10. Baseball também foi muito popular em Tóquio, onde o Tokyo Dome bateu para fora sua competição. Em outras cidades, futebol, rugby, cricket  foram populares do verão.

Dentro das cidades individuais, há também algumas comparações interessantes. Em Nova York, do Museu Americano de História Natural recebeu mais checkins do que o seu vizinho do outro lado do Central Park, o Museu Metropolitano de Arte. A Escadaria de Espanha, em Roma é um dos locais mais sociais, seguido pela Fonte de Trevi, a apenas 10 minutos dali. Cidades com  tesouros arquitetônicos e famosos espaços verdes foram  populares em toda a Nova York, Berlim, Londres, Roma – e Paris, onde a Avenue des Champs-Élysées venceu a famosa Torre Eiffel.

Veja os gráficos abaixo.

 

 

Para ver em alta resolução clique aqui e aqui.

O cartão de visita mais fofo do mundo!

Eu, como amante da LEGO que sou, quando vi esses cartões de visita superrrr pessoais fiquei louca!

 

Imagem

Esses cartões são feitos sob medida para os funcionários, de modo que até mesmo tente combinar com o look da minifigura (sexo, cabelo, óculos) com a pessoa.

Eu amo isso. É uma maneira brilhante para LEGO para usar sua marca e criar um pouco de felicidade ao longo do caminho.

Obviamente apenas alguns funcionários da LEGO, como os executivos e relações públicas, possuem esses cartões. Motivo: eles são muito caros.