Testei: Check-in via app para iPhone da Gol

Gente, que vergonha.

Voltando do carnaval no Rio na última semana resolvi testar o checkin inteligente da Gol.

Meu voo era super cedo, 7h da manhã, então seria bacana chegar ao aeroporto e ir direto para a sala de embarque como eu sempre costumo fazer, quando faço o check-in pela web. Pelos reviews que eu li antes eu acredito que o tal do leitor 2D do app funcionava (não sei onde, muito menos quando). Enfim, fui testar e ver qual era.

Cheguei no aeroporto e fui direto perguntar a moça simpática do toten se o leitor estava disponível. “Não senhora, estão fora de uso”. Acho que nunca estiveram.

Perdi tempo. Fiquei um tempaço na fila (eram 3 totens para 5 voos que sairiam com uma diferença mínima), muita gente e eu morrendo de sono e louca pra tomar uma coca-cola antes do embarque.

O App é gratuito e cita as cidades em que o leitor está disponível:

Fiz o checkin Às 22h36. Detalhe pro bendito Código 2D:

Ok. Kede adesivo?

Se alguém ver por favor me avisa? Fiquei curiosa.

Anúncios

App retira intrusos da sua foto

Você vai para Paris e se espreme para conseguir aquela foto coma Torre Eiffel ao fundo. Chega em casa e vê que ao seu lado outras centenas de pessoas fizeram o mesmo e, com certeza você deve ter aparecido em metade desas fotos, assim como o seu quadro foi invadido por esse pessoal.

Aí aparece o Scalado Remove, um super app apresentado ontem em barcelona, que promete retirar os intrusos da sua foto, ou seja, ele remove aqueles inconvenientes de suas fotografias.

O aplicativo  ainda está em seu protótipo, mas a versão completa deve estar pronta para uma demonstração no final deste mês, na Conferência Móvel Mundial 2012  em Barcelona. É uma reminiscência de um sistema que está sendo desenvolvido na Universidade da Califórnia, San Diego, que é capaz de remover os pedestres a partir de imagens do Google Street View.

KLM lança novo serviço online para integrar viagens às redes sociais

A empresa holandesa KLM lançou um novo serviço online de para seus passageiros, o “Meet & Seat”. O Meet & Seat permite conhecer quem estará  a bordo em seu voo da KLM, e, de acordo com a cia, promete agilizar o dia-a-dia de empresários – que poderão adiantar reuniões – e até mesmo ajudar as pessoas a encontrar alguém para dividir o táxi.

Os passageiros podem linkar sua reserva de viagem aos seus perfis individuais no Facebook ou LinkedIn e identificar quem mais estará presente no mesmo avião. Se outros passageiros no voo compartilharam suas redes através de Meet & Seat depois que a pessoa o fez, a empresa envia automaticamente um e-mail avisando sobre o seu vizinho de voo. A cia deixa bem claro as opções de privacidade, em que o viajante pode sempre optar pelo o que ele quer mostrar em seu perfil.

Para ativar o Meet & Seat, passageiro deve fazer login em Gerenciar minha reserva, acessar a guia “Assentos” e clicar em “Meet & Seat”, onde poderá editar os dados de seu perfil.

A KLM não usará os dados de seu perfil para outros propósitos que não sejam os do Meet & Seat. Tampouco iremos compartilhar seus dados com terceiros. Seus dados serão excluídos automaticamente 48 horas após a partida de seu voo.

“Com o Meet & Seat a KLM dá um passo à frente no uso das redes sociais para construção de novas oportunidades de negócios. Esse novo serviço conecta passageiros e propõe uma viagem mais inspiradora”, diz Erik Varwijk, Diretor Geral da KLM.

Inicialmente este serviço estará disponível nos voos: São Paulo-Amsterdam-São Paulo, Nova York-Amsterdam-Nova York e São Francisco-Amsterdam-São Francisco.

Veja como funciona:

]

Super Bowl 2012: a espera pelos melhores comerciais do ano

Muita gente não sabe o que é o Super Bowl. Como eu sou bem boazinha, vou explicar o que é. O Super Bowl nasceu de uma fusão entre as 2 maiores ligas de futebol americano em 1966 a National Football League e a American Football League, é a final da liga nacional de futebol. Deu pra entender porque o Super Bowl é o evento mais esperado pelos americanos e all world around, né?

Aí que entra a publicidade e o marketing. A enorme audiência trouxe ao futebol americano a influência do consumo e atuação das grandes mídias, transformando o esporte no maior centro da comunicação mercadológica mundial. Um spot de 30 segundos – cerca de 3,5 milhões de dólares onde o custo de um comercial de 30 segundos chegou a US$3.000.000,00.

Obviamente que as marcas resolvem lançar as ações na rede para gerar um buzz antes, durante e se bobear, depois. Alguns dos melhores comerciais do ano são divulgados durante os 30 (carrrééériiiimoss) segund0s de intervalo comercial.

Da leva de 2012, pra mim o melhor até agora foi a volta do grande Ferris Bueller, curtindo mais um dia adoidado, com a  ajuda da Honda:

Jerry Seinfeld não ficou para trás, e tirou da manga um dos episódios clássicos de “Seinfeld” – “The Soup Nazi” – para seu comercial de TV.

Claro que não poderia faltar um ataque da Pepsi, à maior concorrente, a Coca-Cola

A Coca-cola vai apostar em intereção na sua fan page, colocando os famosos ursinhos para torcer durante o jogo.

A Volkswagen aparece fraca depois do vídeo do mini Darth Vader no Super Bowl 2011. Este ano a concessionária com a história de um cão que sonha poder correr atrás de um Beetle pela rua, mas não consegue por estar gordo demais para sair de casa.

O brilhante teaser em que os cães entoam a afinados latidos a Marcha Imperial de Star Wars gerou um buzz enorme, muito maior do que o do próprio comercial.

A Sueca H&M vem com o feioso jogador David Beckham  ao som de Please dont let me be misunderstood. Ai, ai…

Depois deste último me animei bastante para assistir ao Gran Finale!