“O Twitter não é rede social”

Durante o Nokia World 2010, nessa terça-feira, 14, Kevin Thau, vice-presidente de negócios e de desenvolvimento corporativo do Twitter, anunciou que a a rede de microblogging mais popular do mundo não é uma rede social. “O Twitter é para notícias. O Twitter é para conteúdo. O Twitter é para informação”, disse.

—-
Siga o ‘Link’ no Twitter e no Facebook

Para os muitos analistas de tecnologia que já insistiam que o principal foco do Twitter não é seu aspecto social, mas sim seu sistema de distribuição de notícias, isso não foi nenhuma revelação. O importante da declaração é o fato de o Twitter ter  assumido publicamente que a percepção das pessoas sobre o serviço mudou, assim como seus padrões de uso.

O Twitter está mudando a natureza das notícias atualmente, segundo Thau. Os jornalistas enviam suas produções pelo site e alguns estão até publicando notícias diretamente por ele. Ele também permite que cada usuário se torne um jornalista, no sentido de eles poderem publicar por si só acontecimentos que acabaram de ocorrer. “Um cara que vê um avião pousar no Rio Hudson bem na frente dele não pensa em mandar um e-mail. Ele twitta.”, diz Thau.

O vice-presidente também quis deixar claro que está tudo bem se um usuário não acredita ser interessante o suficiente para ter uma conta própria no Twitter. “Não se desculpe por não twittar – só vá até o site e consuma conteúdo”, afirmou. Na verdade, muitas pessoas já fazem só isso – o Twitter é o nono site mais acessado da internet segundo dados da Alexa.

Thau afirmou que além das notícias da hora, o Twitter é também uma rede para se discutir política, assuntos do mundo, entretenimento, esportes, humor e outros temas.

Via Technoblog

FarmVille vs. Fazendas de verdade #infográfico

Do Mashable:

Com todos esses milhões de usuários do Facebook e iPhone tendendo a cultura virtual e compartilhá-los com os amigos, você já se perguntou comotrabalham  os agricultores real da vida real? Como é que a nossa produção de conteúdos digitais (e definitivamente menos saborosos) tomates pode ser comparada com a nossa produção de tomates no mundo real? E talvez o mais importante, quem são esses lavradores, e eles são qualquer coisa como os seus homólogos arado, carregando?

Descobrimos os números e colocamos algumas destas tendências de Farmville em perspectiva para você.

Vá em frente. Colha.

Social Media Monopoly: O banco imobiliário das redes sociais

Eu amo Monopoly. Quando vi no Mashable que a empresa Bite adaptou o Monopoly para o Social Media eu nem preciso escrever que eu adorei, né?

A adaptação desse famoso jogo de tabuleiro para os fanáticos por Redes Sociais ficou muito legal. As cartas baseadas nas redes sçao assinadas por Mashable e Technorati e o que conta no jogo é o valor nas redes como Bing, Google, WordPress, Twitter, Facebook…

O jogo ainda não está a venda, então faça o seu download, imprima as cartas e o tabuleiro e bom jogo!

As cartas:

O dia em que o Migre.me parou

O encurtador de URLs mais famoso do país e 100% brasileiro ficou offline após uma transferência de servidor que deveria ter sido concluída em meia hora, na madrugada do dia 31 de agosto. Mas o tiro saiu pela culatra. Criado em 2009, o Migre.me já contabilizou mais de 10 milhões de usuários.

A empresa que hospedava o Migre.me  colocou os arquivos e o seu backup em uma mesma máquina, e agora eles estão tentando recuperar os dados. Como se você fizesse um backup de arquivos (que você não quer perder, óbvio) de um pc, para este mesmo pc. Ou seja, em bom português, se o computador der pau, você está fudido.

O criador do Migre.me, Jonny Ken, publicou um vídeo explicando o que aconteceu com o encurtador e se mostrou muito emocionado. Fiquei com dó. Ele até chorou…

Abaixo ken até faz piada e agradece o aopio dos internautas. O Migre.me está a salvo!

Aos poucos Jonny e sua equipe estão reparando os danos e informando os usuários através do Twitter. Mas a boa notícia é que já foi recuperado uma boa parte dos arquivos e o Migre.me está online novamente! rs